agosto 19, 2011

A Sudoeste


 
Escolher esta zona do país para férias, e logo em Agosto, foi uma espécie de acto de fé. Nesta semana, já tivemos tempo parecido com Novembro e dias dignos de Agosto. Já houve nevoeiro até ao chão e calor húmido e pegajoso, o que significa ataque kamikaze de melgas. Já dividimos os nosso banhos pelo Alentejo e pelo Algarve e temos passeado sempre ao longo da costa. Para nós, as boas notícias é que já conseguimos que o bebé Vicente goste da água da piscina, sem gritar assim que molha um dedo do pé. Hoje lá deu para mantê-lo na piscina dos pequenos durante os minutos suficientes para ele não enregelar.

Termos escolhido este sítio para ficar foi uma boa aposta. Há quase mais crianças do que adultos, o que torna uma possível birra do bebé Vicente numa casualidade que passa sem ninguém notar. As condições são bastante boas e podíamos mesmo nunca sair do parque e mesmo assim assegurar a nossa sobrevivência e diversão. Depois, é como se estivesse a reviver os festivais de Verão sem os habituais desconfortos: os caminhos são de terra mas não há pó por estes lados; há um agradabilíssimo cheiro a pinheiros e eucalipto em toda a parte; há tendas e outros alojamentos sem as barulheiras dos djambés e sem os miúdos desorientados que não conseguem encontrar a tenda. É claro que não há concertos mas da mesma forma não há casas de banho imundas, barracas de cerveja a preços proibitivos e tendas de electrónica a acabarem com o silêncio.

O bebé Vicente faz ainda mais sucesso aqui: assumiu completamente a sua faceta de oferecido e sem vergonha e estende a mão a toda a gente que passa, sorri quando se cruza no carrinho com outros bebés e gosta de ser o centro das atenções. Está a tornar-se num bebé muito curioso e gosta especialmente de todo o tipo de animais: não tem medo de fazer festinhas em cães ou em burros e delira com qualquer coisa que mexa. Também gosta de árvores e aviões e acho que as ventoinhas de tecto são o seu novo objecto favorito. Não quero agoirar mas anda a dormir muito melhor à noite: as sestas durante o dia é que só dentro do carro e em andamento. De resto, que as durma eu.

Aproveitamos o final do dia para nos actualizarmos e pormos a notícias em dia. Ele dorme e pouco mais ouvimos do que as cigarras junto ao lago. Amanhã é dia de mais passeio, por isso até breve. As férias retomam dentro de momentos.

2 comentários:

LLMS disse...

Nós estivemos no Zmar no início de Agosto. Muito bom... mas no nosso caso deu para relembrar um pouco a ida aos festivais, fomos na altira do Sudoeste e havia 1500 festivaleiros lá acampados...

cosmonauta disse...

Cosmonauta like Zmar ;)