fevereiro 05, 2004

'Honey', Tosca
Ouço isto vezes sem conta porque sei ouves também. Satisfaz-me a sensação de pensar que podemos fazer muitas coisas iguais, ao mesmo tempo, mesmo separados como estamos. É assim que me torturo todos os dias: a pensar onde estás, se estás deitado ou sentado, se tens os olhos abertos, se ouves música, se comes em frente ao computador, se te deitas de manhã depois de passeares a cadela, se fazes desenhos com o teu irmão na sala, se andas à chuva, se estás a fumar deitado na cama, se te lembras de mim, se falas com os olhos a brilhar.
Ontem falaste-me em limite e eu assustei-me. Por momentos, pensei que ia voltar a perder uma coisa que nunca tive. Eu não sei como vamos sair daqui mas sei que tem que ser possível, mesmo que tenhamos que dar a volta ao miolo até à exaustão. Não desistas, por favor. Não me deixes assim, sem eu poder beijar os teus lábios e dizer-te como gosto de ti. Não fujas de mim sem eu te dizer como pensei em ti todos os dias desde a primeira vez e como usava a tua imagem para me acalmar nos movimentos de angústia. Não desistas. Aguenta a pressão da impossibilidade da nossa relação até que achemos uma saída ou até que consigas saber o que realmente queres de mim. Não cedas à instabilidade, ao teu medo de te prenderes. Eu não te quero preso.
Eu só queria poder estar contigo. Perguntas-me que é isso de estar contigo e eu não sei responder. Só sei que assim não consigo estar, pelo menos sossegada. Estar contigo é só fazer coisas simples, sem compromissos e sem explicações, sem medo de falhar e sem palavras desnecessárias. Eu só quero deitar-me numa cama, com a janela entreaberta e sentir que te deitas ao meu lado. Abraças-me e o sono vem.

2 comentários:

Anónimo disse...

porque nunca gostaste assim de mim?
talvez porque não sabes quem sou.
Talvez porque nem eu sei quem és.
Fiz "vou a évora" no google (porque vou lá agora) e apareceu-me o teu blog.
Já gostei de alguém assim... acho que ainda gosto. Ela já não sabe, porque nunca lhe pude mostrar. Talvez possa um dia. E tu? Não vez o que está à tua volta?? Quando ele te pergunta "o que é isso de ""ESTAR"" comigo?" O que ele quer mesmo saber é se "estar" com ele é "estar" com ele. sexo.

M disse...

Talvez pudesse responder a essa pergunta se ao menos soubesse quem és. Mas como na realidade não faço ideia, a pergunta vai ficar por responder.