janeiro 14, 2008

Além de contas, o carteiro traz felicidade


Hoje foi dia de receber o correio. E também foi dia de me enjoar oficialmente da música nova da Alicia Keys, porque as moças lá do departamento teimam em ouvir a mesma rádio o dia todo e essa rádio não é a Radar. Mas, voltando ao correio, ele chegou finalmente. Já sabia que não chegaria a tempo do Natal mas não me importei muito porque já tinha a minha maior prenda comprada. E não é à toa que tenho que adorar a globalização. Compra-se a mercadoria na loja americana e ela chega até nós desde a Nova Zelândia!

Nem sempre sei porque encomendo os livros em vez de tentar encontrá-los numa livraria portuguesa. É verdade que muitas vezes é difícil encontrar os originais em inglês e ainda mais a preços aceitáveis. Mas o que sinto é que o facto do livro atravessar o oceano inteiro ou metade de um continente o torna ainda mais especial; como se o enredo beneficiasse desse longo percurso até acabar nas mãos do leitor. Depois há toda esta excitação da espera, que deriva também da possibilidade da encomenda ficar retida na alfândega (de duas encomendas de supostas prendas de Natal não há ainda sinal...).

Quanto mais navego na internet, mais descubro sítios fantásticos para gastar dinheiro. Alguns não fazem envios internacionais, mas já consegui coisas verdadeiramente originais e feitas à mão nessas minhas incursões. Existem ainda muitas coisas que nos estão vedadas e às quais dificilmente teremos acesso, por razões de logística ou princípios comerciais. Mas, por enquanto, ainda consigo deslumbrar-me com o que há por aí. E se souberem de algum segredo bem guardado, abram uma excepção e partilhem comigo

1 comentário:

Ocarteiro disse...

Oh, espero que seja verdade!! Bem, neste caso trago uma boa nova musical, o primeiro inédito dos Big Church of Fire http://www.myspace.com/thebigchurchoffire. Baci