agosto 14, 2007

Eu disse: é o medo que nos vem acariciar. *

Depois de o ver em Paredes de Coura, a minha convicção cresceu e fui dominada pelo seu porte altivo e semblante (que maravilha, não esperava usar tal palavra) carregado. O Adolfo Luxúria Canibal é o gajo mais bem parecido do róque português.


* de Tu disseste, dos Mão Morta

2 comentários:

Sofia Quintela disse...

Eu acho-o asqueroso, mas adoro-o!!! Será que dá para entender? Há 15 anos que sou fã deles!!!! Paredes de Coura foi o meu primeiro festival há 8 anos atrás.

M disse...

Dá para entender, sim senhora :)

Eu gosto deles há relativamente pouco tempo mas há uns anos que me dediquei a recuperar o tempo perdido. Grande concerto, na semana passada :)