julho 10, 2006

Eu tenho um problema muito grave. Mas mesmo muito grave. É assim uma coisa que me transtorna e às vezes penso mesmo que preciso de ajuda. Acho que tenho uma doença qualquer do foro psicosomático (que eu não sei exactamente o que é mas que parece ser uma palavra adequada a estas coisas): não consigo lidar nada, mas nada, bem com os tiques e manias das outras pessoas.


E porque é que eu me lembrei disto? Bem, primeiro porque não consigo evitar reparar onde quer que vá que a maior parte das pessoas são irritantes. Pronto, eu não sou a melhor pessoa para falar porque, no geral, não gosto de pessoas. Mas sei lá, vou no metro às 7 da manhã e não consigo não reparar naquela senhora que piscas os olhos em ritmo drum'n'bass. Ou no homem que funga 3 vezes, pára, funga mais 3 e por aí fora, até ao limite da minha tolerância. Mas, e em segundo lugar, porque a gaja que se senta ao meu lado no trabalho tem 3 tiques distintos e eles surgem sempre pela mesma ordem: faz balões minúsculos constantemente com a pastilha que constantemente mastiga, retira a sujidade que está debaixo das unhas com muito esmero e coça os cotovelos, enquanto olha atentamente para eles.


E, o que para a maior parte das pessoas é normal, a mim irrita-me profundamente. Eu torço-me toda na cadeira, olho para ela para provocar o máximo de desconforto possível e nada. Nadinha! Ela lá continua a sua vidinha, a mascar a pastilha, a rebentar 3465478 balões e a perturbar-me. A única solução que encontrei está cheia de efeitos secundários. Ligo o Ipod quase no máximo mas, à pala disso, já estou a ficar quase surda e é chato, porque nunca respondo à minha chefe ou à alemã que nos está a dar formação. Já tentei mudar para outro computador mas não dá; tentei colocar um monitor entre nós as duas mas continuo a ouvir aquele estalar. Parece que mais ninguém se incomoda, damn. Resta-me sonhar com uma morte lenta e dolorosa, para ela aprender que é feio brincar com os nervos de uma pessoa normal. Ou então e se eu tentasse mascar a pastilhas mais alto que ela?... Argh.

6 comentários:

pita disse...

oooh n fica assim!! pensa q esses tiques não são nada comparados com.. enfim.. tu sabes .. AAAAARGH!

**

tiago disse...

fixe fixe é ter uma mulher ao lado no autocarro a maquilhar-se toda durante meia hora.... isso é que me tira do sério!

Madie disse...

Eu voto no mascares pastilhas mais alto do que ela!

Mais alguém? :)

*

mafaldinha disse...

Fogo, e um tiro na gaja não?
Eu tinha um colega de faculdade que passava as duas horas de duração de cada aula a tamborilar com os dedos (num estojo de lata) a música que essa semana estava a preparar para o Hot Club Grrrrrr

Maquilhar-se no autocarro?? E não se borrava toda?

M disse...

Devia andar cheia de baton nas sobrancelhas... Bah.

tiago disse...

não se borrava nada! a mulher fazia aquilo todas as manhãs, raisparta a mulher!