abril 14, 2008

Bairrismo

A minha vizinha do lado (que tem mais de sessenta e tal anos) faz-me travessas de aletria, oferece-me pedras semi-preciosas no Natal, recolhe a roupa que esqueci no meu estendal com um anzol (!) e canta o fado enquanto recolhe a roupa dela.

(Um post sossegado a contrastar com o regresso ao trabalho: sem sistema a manhã inteira, houve milhares de contratos para serem separados. Há mais trabalho em espera do que o que esperava e tudo tem que ficar pronto até Sábado. A minha chefe foi de férias, os assistentes perdem a memória todos os dias e as tarefas acumulam-se na minha lista de prioridades. Acho que preciso de férias outra vez. Desta vez, a sério.)

3 comentários:

Cromossoma X disse...

olha que fixe!
Os meus vizinhos discutem todas as noites, a mulher passa-se e mete a roupe dele fora de casa, o homem pede desculpa e chora, ela volta a deixar entrar...enfim, com casos destes mesmo aqui ao lado que precisa do big brother...

V. disse...

vale-te a vizinha... ;)
boa sorte com o trabalho!

pilufa disse...

xiii... mais férias do q passar uma semana inteirinha SEM FAZER NENHUM?? pffffff...

bem.. a vizinha é uma artista.. com um anzol! lindo..

**