novembro 11, 2008

Regresso quatrocentos e setenta euros mais leve e completamente desorientada. Não foi à procura deste desconsolo que dói que levantei voo em primeiro lugar, não foi buscando esta dor. A vida insiste em tornar-me pequena, em impedir-me que me sinta completa. Em vez de histórias para contar, hoje enterrei-me em silêncio, apenas com a esperança de poder ver o mundo novamente, amanhã.

Dói.

4 comentários:

superM. disse...

óoooooooo
isso não vale...

;)

um beijo, enorme

joana disse...

q passa amiga...que valha tanto sofrimento...
qq coisa dispoe

nutmeg disse...

Outras viagens virão...

Ricardo Eustáquio disse...

coco pops,

ânimo!

deste teu,
toppo giggio!

p.s.: põe a dor de lado e traz-me um gin! :)