agosto 14, 2006

Photobucket - Video and Image Hosting

Tenho saudades das coisas simples. Das coisas que fazíamos sem pensar e que nos davam prazer. Tenho saudades do tempo em que só queríamos ter amigos e fazer tudo o que nos era permitido e ainda mais o que não nos era permitido. Tenho saudades daquele baile de finalistas. Ele foi buscar-me de táxi e sobretudo comprido. Tirámos fotografias madrugada fora enquanto chegávamos a casa e era tudo simples. Porque haveríamos nós de complicar? E tenho saudades do tempo em trocávamos cassetes com mixes e com música romântica. Hoje peguei numa dessas, numa que me ofereceram nos anos e dei comigo a ouvir Pedro Abrunhosa, anos e anos depois. Peguei nos lápis de cor e no meu bloco de colorir e pintei. Pintei muito até só conseguir pensar nas cores que ia usar. E senti que assim sim, era tudo mais simples.

5 comentários:

Madeline disse...

No outro dia, peguei no meu livro para colorir. Aquele que estava religiosamente guardado para quando estivesse de férias. Achei que só aquilo me ia fazer bem.

Fui, entusiasmada, ver dos lápis e puff.. os meus miúdos tinham dado cabo daquilo. As caixas estão todas misturadas, há lápis que já não existem.. enfim. Uma balbúrdia.

Resumindo, tenho de ir comprar uma caixa de lápis de cor. Mais uma solução adiada, porque agora não é altura para compras. Bolas, as coisas podiam ser bem mais simples. *

Madeline disse...

Ah, mas olha.. tens jeitinho para pintar! :D

E para ser chata também. **

pita disse...

tb tenho saudades desses tempos. pq nessa altura eu era ainda mais criança do q sou hj. e aí sim, n havia cá complicações.

Polliejean disse...

também eu tenho saudades dos tempos em que o cheiro dos lápis de cera ainda era a coisa mais bonita do mundo.

M disse...

Tenho uma caixa grande de lápis de cera, que comprei nos chineses. Eles desfazem-se todos mas o cheiro é igual :D