julho 09, 2008

I've got a thing for you

Não devia ter pegado no livro que (supostamente) disseca os signos e os seus ascendentes. Sempre que leio, sou absorvida pela quantidade absurda de generalidades e revejo-me em grande parte das coisas que eles dizem que eu sou. Mas não é que eu acredite em horóscopos nem em previsões ou cartas astrais - quando os leio, é apenas para me rir (e secretamente tentar alinhar o que me acontece com aquilo que está previsto...).

Li várias vezes a parte em que eram descritos os amores das mulheres deste signo. Não foi com surpresa que li que são uma coisa quase doentia, um sentimento amarrado a pormenores, capaz de explodir a qualquer instante. Não me admirou que se falasse em lealdade cega e instinto protector quase selvagem. Se os signos têm algum fundo de verdade, esta minha impulsividade, esta incapacidade de conter as palavras e a insistência em reservar os pensamentos são a prova de que precisava. Só não li em lado nenhum que a nativa deste signo prefere esperar por um grande Amor em vez de se entreter com menoridades do género, que procura alguém que a domine com um só olhar ou uma palavra de ternura. Não encontrei referência às vezes que se engana a amar, às paixonetas que confunde com o amor, às aventuras que tenta fazer passar por começos de alguma coisa. Nem sequer li em parágrafo algum que (algum)as mulheres deste signo desejam apenas uma reciprocidade tão perfeita que se perdem em jogos de cintura inúteis, em desejos satisfeitos, em concessões desnecessárias.

E também foi omitido o profundo terror que sentem quando, nos longos momentos que passam a pensar antes de adormecer, sentem que tudo o que desejam não se vai repetir ou estar à altura daquilo que esperam. Mas, em conversa com uma velha amiga e ouvindo as palavras que eu mesma escolhi, percebi que a esperança secreta nessa outra pessoa torna a vida mais suportável, a espera menos dolorosa. É que o meu ascendente promete-me grandes conquistas e eu, desconfiando, acredito.

5 comentários:

jc disse...

és escorpião tu?

Ocarteiro disse...

Excelente escolha músical, embora por cá ande ainda a ouvir o Bubblegum! Saudações

mir disse...

De certeza que noutro livro qualquer encontras o que falta nesse. Ou, como dizes, é do ascendente. Ou no signo lunar...

É isso que eu gosto na astrologia, há sempre qualquer coisa certa nalgum lado!

[...Bem, admito que não é só isso... Também gosto das descrições dos Escorpiões em geral! ;)]

M. disse...

Pronto pronto, descobriram-me a careca :D Talvez porque os dois sejam do mesmo signo... la la la

mafaldinha disse...

Lol, se não me engano também sei qual é o teu ascendente. Lembro-me quando no secundário tinhamos uma amiguinha pequenina que nos fazia mapas astrais quando ainda não entendiamos muito bem se era para acreditar ou não. Lembro-me que os dois (signo e ascendente) faziam de ti a mulher forte e admirável que ainda hoje és.

A mim dizem-me que sou equilibrada e harmoniosa, mas a posição de Marte e Vénus, na casa do teu signo solar, confundem-me vida sentimental e os momentos de fúria.

Acreditar que o Mr. Right estará algures numa curva do caminho acho que não é coisa de signo, é coisa de personalidade e educação, nós as duas não podíamos ser mais diferentes e no entanto...