outubro 26, 2008

Alegres noches, tristes mañanas

Não gosto de Domingos depois de Sábados eufóricos. Não gosto que esteja Sol e eu esteja sozinha. Não gosto de casais disfuncionais que resolvem separações aos gritos em pleno jardim e em frente aos filhos. Não gosto que a sesta me pareça uma boa maneira de fazer avançar as horas. Não gosto de Domingos mesmo quando não tenho que viajar. Não gosto desta espécie de vazio que me consome no silêncio. Ouço a mesma música vezes sem conta porque é a única que parece ter este dia lá dentro. Gosto muito de estar sozinha, não gosto de estar só.

7 comentários:

Maria del Sol disse...

Been there, done that.
Às vezes nem a música mais inspiradora consegue preencher certos vácuos, mas pelo sim pelo não há sempre uns phones por perto para (tentar) enganar a saudade... :)

"C" de mim disse...

identifiquei-me com as tuas palavras!


posso voltar?

beijinho*

poupinhas disse...

Mesmo nos domingos mais soalheiros te sentes sozinha? às vezes nem o Sol nos conforta a falta daquela metade que tanto procuramos.
Um beijinho*

cosmonauta disse...

Bem, desta vez acertaste no ponto ... o enredo foi um pouco diferente mas os detalhes estão lá todos, a mesma música, o vazio! Tive um sábado exactamente igual! E ficam depois estes dias vazios, que são uma coisa assim estranha, que me aflige tanto ... tantas vezes! Consola-me chamar-lhe dia "digestão" ... parece-me que o teu domingo também foi um destes. Não terá sido?
xau xau

Anónimo disse...

"Gosto muito de estar sozinha, não gosto de estar só." Portalegre está sempre a tua espera ;)

Vertigo disse...

Ora aqui está um belo post.O Variações iria gostar de o ler ;)

Um beijinho

(vi-te ao sol,na Maria)

M. disse...

Eu sei que Portalegre está sempre mas não posso correr para os seus braços sempre que me sinto só :) Funciona um bocado como o Sol, que não me acaba com a solidão.E:

a)"c" de mim, volta sempre, mesmo sem bater à porta.
b)Cosmocoiso, eu chamava-lhe mais indigestão mas é qualquer coisa assim ;)
c) vertigo, onde é a Maria? :)