dezembro 12, 2008

Um post para o futuro

A esta hora será tarde demais. Não haverá mais regresso. Serão onze horas da noite de sexta e eu provavelmente terei feito apenas a próxima asneira da minha vida. A esta hora voltarei a ser inocente, como num ciclo que conheço de cor. De nada vão valer os conselhos, os que me queriam sossegada e os que desejavam que fosse. De nada vão valer as noites que passei a antecipar todos os cenários, todas as possibilidades, todas as falhas no meu plano. Para o meu eu de sexta-feira, para o corpo que se passeará outra vez pelo frio eu digo hoje

Espero que saibas o que estás a fazer.

4 comentários:

K. disse...

Um beijo grande.

|b| disse...

então então, o que aconteceu?

indigente andrajoso disse...

mas alguém sabe?

M. disse...

Não aconteceu grande coisa. Fui procurar uma coisa parecida com a felicidade mas parece que ela está muito longe.

E ninguém sabe, não. É só esperar fazer a coisa certa...