janeiro 03, 2010

2010


 A partir de fotos dele, uma montagem minha.

Quero dançar muito em 2010. Quero poder fechar os olhos e esquecer-me das dores, das incertezas, dos despedimentos e  das ausências. Não me importo que esteja sozinha numa sala nem que me estejam a observar ou que cheire demasiado a tabaco. Quero poder dançar a dois, bem coladinha, com ou sem música romântica. Quero deixar de sentir os pés, que as pernas se movam em piloto automático, dançar com os braços e o corpo todo, soltar o cabelo e os maus olhados porque tenho a certeza que me lançaram um olho gordo. Quero mexer-me dentro e fora de tempo, batendo o pé, marcando o ritmo, fazendo a vontade às ancas e cedendo à cintura. Quero ter razões para dançar e fazer finalmente da rua Viriato a minha pista de dança.

3 comentários:

aryabodhisattva disse...

Tenho a sensação de que conseguirias transformar qualquer sítio na tua pista de dança. And you'd rule. :)

M. disse...

:D

Obrigada pela confiança nos meus dotes de bailarina ;)

Martha disse...

Nao te conheço mas estou fascinada com o teu blog...os teus pensamentos.
Sinceramente...
Identifico-me :)
Maiores das felicidades...