setembro 01, 2007

Até já! *


Às sete da manhã já estávamos a pé, para que pudesses começar a tua nova vida a tempo e horas. Era uma mala demasiado grande, dizias tu. Não levas quase nada, argumentava eu. A verdade é que levas muita coisa contigo para Bruxelas: a tua vontade de fazer bem, o desejo de pertenceres a alguma coisa maior, a coragem de arriscar. Vais-me fazer tanta falta... Vou ter saudades das médias, das conversas de fim de noite, das apostas e tira teimas que resolvemos com o Google, das tuas queixas sobre o jornalismo, das tuas ideias sobre tudo. O tempo passa depressa, eu sei, mas é estranho. Mesmo assim, podemos já dizer Até Novembro! e fazer de conta que faltam só dois dias. Ficamos todos a torcer por ti!

* com a mascarilha que pediste, para que possas espreitar toda a gente :)

1 comentário:

eu disse...

obrigado, amiga!... e até novembro :)