fevereiro 28, 2008

A inocência, como a ignorância, é uma benção

[no 738, miúda de 3/4 anos conversa com a mãe]

Miúda: E mãe, a erva está molhada, não é?
Mãe: Sim filha, é que esteve a chover hoje de manhã.
Miúda: E as flores, mãe? Estão cheias de xixi de cão e cocó de cão, não é?

[mãe ignora pergunta e olha à volta discretamente para tentar perceber se alguém ouviu, dá de caras com o meu sorriso]