janeiro 02, 2009

Finalmente, 2009!

Primeira foto da S., restantes são minhas

Não sendo daquelas pessoas fundamentalistas que acha que 2008 foi o pior ano de sempre, estava já um pouco ansiosa para que acabasse. É como se os erros e as coisas por resolver desaparecessem para sempre assim que o ano desse a volta, como se imediatamente se me acabassem as tristezas e os arrependimentos. Mas, na manhã seguinte, examinei o coração e ainda cá continuava tudo.

Mas, sentimentalismos à parte, foi uma noite à maneira *(não para todos mas isto é assim, não se agrada a gregos e troianos). Estava com gente de quem gosto, havia música daquela que não me lembra ninguém, uma muy apreciada reprodução da Mona Lisa, tanta bebida, uma feijoada de chocos deliciosa e a chuva conteve-se. Pelo meio ainda ouvi dizer que não tenho arranjo, que estou condenada à solidão, ideia que limpei como água do capote. E houve amigos que fugiram, outros que dormiram cedo mas ficou sempre gente boa com quem conversar. Não pedi nada à passagem da hora, nem para mim, nem para ninguém. Em podendo, é cumprir as resoluções.

Feliz Ano Novo!

* outras impressões aqui.

3 comentários:

curse of millhaven disse...

olha...este ano também não pedi nada...

2008 veio a revelar-se um ano excelente, por acaso fiquei com pena que tivesse acabado. resta esperar que 2009 seja tão bom ou melhor.
já dizia o outro...que será será...

Bjinho e feliz ano novo!! :)

Janeka disse...

"E houve amigos que fugiram, outros que dormiram cedo..."

...uma passagem de ano um pouquinho alucinante, esquesita, diria! Obrigada pelo fantástico gin que me derrubou de uma tal maneira, que fui obrigada a ir fazer companhia àquele que "dormiu mais cedo"... :P

Um óptimo ano...

Joana

Ocarteiro disse...

Gosto particularmente da primeira foto.