janeiro 20, 2009

Sobre coisas que me andam a perturbar



Disse-lhe que tinha sido uma espécie de revelação e foi exactamente assim que aconteceu. Foi uma epifania ainda sentada no sofá vermelho, depois de me mostrarem finalmente o que andava a perder. Pelo nome, pensava que ia ouvir uma coisa experimental, música arrojada e difícil de perceber. E não é que lhe falte verve, mas isto é tão bonito, soam caixas de música e aqueles brinquedos que se usa para adormecer os bebés, ouvem-se máquinas fotográficas e a voz é tão segura de si e quente, que me senti quase fragilizada. E num momento ouço a coisa mais triste dos últimos tempos e a seguir sobe-me uma alegria pelo peito acima e já tenho o rato a clicar sobre o repeat.

À cabeça vem aquela pergunta inevitável, onde é que andaste este tempo todo, e nem sei se é o alerta laranja ou vermelho em que vivemos nestes dias, nem se porque a roupa custa a secar, ou talvez porque às vezes são dez da manhã e parece que está a anoitecer - alguma coisa me prendeu à música de Noiserv, também conhecido por aí como David. É música de quem não me conhece mas que gravou, sem querer, as minhas memórias mais recentes. E, noutros quatro minutos e quarenta e seis, guardou a minha revolução interior, o meu coração a querer saltar pela boca e o meu silêncio imposto. Está frio, os dias estão escuros mas não faz mal, desde que possa continuar a ouvir isto. Vezes e vezes sem conta.

9 comentários:

Maria del Sol disse...

Na minha playlist entrou oficialmente em Novembro.

E é a isto que eu chamo um bom timing. :)

cucareal disse...

Amiga, com tanta irritação que andam os meus dias era mesmo disto que eu precisava. Chegar ao trabalho sem vontade de trabalhar, abrir o teu blog como faço sempre pela manha, ouvir esta musica e por me a ler qq coisa sobre PDZ domain, seja lá o que isso for; mas tambem não interessa, porque o que de facto importa é que há pessoas que conseguem fazer coisas como estas e isso fascina me (quem me dera a mim tb conseguir fazer qq coisa que fascinasse os outros)

Vou já por no iPod e será certamente uma das eleitas para a próxima viagem por esse Portugal fora..até sexta:)

superM. disse...

as coisas que se aprendem por aqui...
;)

Beijos, muitos

Pedro Sobreiro disse...

Bem, Marisa... Eu que ando sempre à cata da "next big thing"... E sai-me isto aqui! Que revelação!

Bem hajas pela partilha. Venham-me falar no Bon Iver, venham...

Quando é que te pago um café no meu Marvão gelado?

Abraço

Pedro

M. disse...

A isto chamo eu uma coisa parecida com serviço público! Ainda bem que outros houve a gostar :)

Janeca, hasta! Vamos partir Évora toda \oo/

Pedro, eu gostava disso. Ainda há ginja da tia Amélia? ;)

Pedro Sobreiro disse...

A Tia Amélia (que era de facto minha tia por via do matrimónio) já partiu. Com ela foi a ginja e mais um templo emblemático do património tasqueiro do concelho. A estas horas deve de estar a adoçar a boquinha aos querubins, fazendo jus ao carácter celestial do néctar que produzia.

A Tia Amélia já foi, paz à sua alma e que Deus a tenha em descanso.

Mas a vida continua e nós cá estamos, sempre dispostos a receber os amigos da melhor maneira possível.

Por falar em ginja, apita antes de vires. Tens de provar a da minha sogra que no meu entender, até chega a ser superior à que mencionaste, modéstia aparte. Ainda dizem mal das sogras… A minha faz magia em tudo o que toca: licores de tudo e mais alguma coisa (incluindo figo da índia), escaldados, broas de mel, bolos fintos, boleimas de maçã… Tudo à moda antiga. Uma perdição e tu que gostas tanto assim de umas coisinhas boas…

Desculpa lá vir para aqui fazer publicidade mas tenho uma comissãozita nas vendas, coisa pouca, mas em tempos de crise… everything counts! (in large amounts).

Beijo

Peter Pan

indigente andrajoso disse...

as maravilhas da rc-50 ligada a boa criatividade...

cat disse...

bem, eu confessoo que tive que tentar ouvir isto umas 5 ou 6 vezes seguidas, porque estava surda de amor. só conseguia olhar para o bebé e pensar em casamento. que homem lindo de morrer, podre de bom, que deve ser óptimo na cama! ups, peço desculpa m., saiu-me... (ihihi)

quando finalmente consegui concentrar-me no som, derreti-me a imaginá-lo sussurar ao meu ouvido.

cat disse...

ah, esqueci-me de dizer que as CocoRosie têm um som na mesma onda. se ainda não conheces, se calhar também vais gostar. :)