janeiro 24, 2009

É a testosterona, estúpido!

Se alguém não se lembra do que significa o rock'n'roll, devia ter estado ontem em mais uma noite da Quina das Beatas. Os Bunnyranch vieram pela quarta vez dar um ar da sua graça e do seu suor, matar saudades do Dallas e do Alibabá. O público estava morno, só os pés marcavam o ritmo no chão, as ancas abanavam tímidas, talvez fosse o frio. Havia sósias de muita gente em palco, dizia-se entre a assistência que estava ali uma encarnação de um Dylan nos seus anos mais jovens, sentindo profundamente o baixo endiabrado. É impossível resistir ao charme, à camisa aberta e o casaco de abas largas, à pose provocadora de todos. Numa noite em que se falou tanto de hormonas, os Bunnyranch mostraram-se um concentrado de sexo e vontade de transgredir.

2 comentários:

joao disse...

you can't stop the ranch!

hoje meto a maão ao bolso, e curiosamente algo me saltou à vista: um papelinho das compras. O rock 'n roll tem destas coisas ;)

beijinhos

M. disse...

Já sabes que tens que guardar isso até termos oitenta anos ;) Aí, havemos de nos rir dos espargos e das tangerinas...

*