setembro 13, 2008

The Big Church Of Fire

Honrada de os ver começar na minha cidade, sentei-me na primeira fila para assistir à primeira actuação destes meninos (myspace aqui). Trouxeram uma imensa claque de apoio que documentou a estreia e garantiu todo o apoio de que precisavam. Quando se ouve a música deles, pensa-se em Mustangs vermelhos a rasgar o deserto, em homens sozinhos caminhando à beira da estrada, em quartos de motel com cortinas carcomidas pela solidão. Ainda há muita estrada para bater mas sinto que eles estão no bom caminho. Hei-de cruzar-me com eles mais vezes.

4 comentários:

Ocarteiro disse...

Rock&roll Sister!!
Fico lisonjeado com essa descrição, significa que as imagens musicais estão a chegar aos seus destinatários.
Mais uma vez, obrigado pela ousadia. A Igreja não esquecerá e dia 27 de Novembro, no Cabaret Maxime, contamos contigo, com lugar reservado na primeira fila!
Baci mille

LM disse...

Hell yeah!

Next stop Maxime e sempre em busca do próximo Montauk ...

Obrigado pela tua força :)

M. disse...

Um abraço aos fundadores da Igreja e desejo de sucesso neste caminho que se avizinha ;)

Anónimo disse...

Vi-os ontem no rock caffe em coimbra, e tenho que dizer que foi dos piores concertos que vi em todos os sentidos. Não querendo ser mau, o concerto foi marcado por uma falta de inspiração tremenda, falta de treino e falta de sentido musical, tudo isto aliado a uma incompreensivel e ridicula atitude de rockstar. Penso que ja seria altura para srs da idade deles ganharem algum juízo e/ou trabalharem mais.